Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2011

Há sempre alguém que diz não!

Quem olha agora este poster de 2001, não pode reconhecer a nossa capital. Lisboa morre lentamente, como as horas de um relógio no pulso de um amante que espera.
 Pelas ruas mais não se vê do que gente triste e sem brilho; pelos recantos, os sem-abrigo refugiam-se numa garrafa de vinho ordinário enquanto os carteiristas se perguntam se não é melhor mudar de profissão.
 As ruas da cidade são o espelho do povo que nela vive e um dia, Lisboa já foi assim.
 E quando voltará?